Acidentes na Rua João das Regras

Gafanha da Nazaré

0
268

Nem está em causa o haver ou não haver sinalização no local, pois ela existe: o stop e a sinalização horizontal.

No entanto continua a haver demasiados acidentes naquele cruzamento, tornando-o num “ponto negro” da circulação rodoviária. Logo, há que alterar alguma coisa que possa inverter essa tendência.

Choques sucedem-se no “ponto negro”

No passado dia 12 de Maio, houve lá mais um sinistro.

O conceito de “ponto negro” é um local onde, tendo em conta as suas características, ocorrem mais acidentes do que o esperado.

Acidentes na Rua João das Regras, Gafanha da Nazaré – Composição – Humberto Rocha

É verdade que os condutores têm de ter cuidado e respeitar a sinalização! Mas também é verdade que com sinalização adequada tudo melhora.

  1. A Rua João das Regras é uma recta 3 vezes mais longa que a Rua Pedro Nunes e sem obstáculos, com verdadeira sensação de continuidade. A Pedro Nunes, mais curta, apresenta, bem visível, um obstáculo, a vedação da A25. Logo, parece mais lógico que a prioridade fosse da R. João das Regras, bastando mudar os sinais.
  2. A sinalização horizontal que lá existe (com séries de 2 traços contíguos e depois um espaço longo para as seguintes 2 linhas) não é a mais eficaz. Poderia ser melhorada, utilizando a regra mais usual, de começar com traços mais afastados, cujas distâncias vão diminuindo à medida que se aproximam do cruzamento, incutindo no condutor a sensação de perigo. Melhor ainda, se nesta técnica fossem pintados os traços horizontais com alguma altura (lombas baixas) que são perfeitamente perceptíveis no volante e na oscilação do veículo.
  3. Temos um exemplo positivo, bem evidente, no cruzamento da Alameda Prior Sardo com a Rua Gago Coutinho, em que havia acidentes todas as semanas e após a colocação da sinalização horizontal correcta, praticamente, deixou de haver sinistros. Juntamos uma foto esclarecedora.

Apelo aos autarcas

Senhores Presidentes da Junta de Freguesia e da Câmara defendam os direitos dos residentes e dos visitantes da nossa Gafanha da Nazaré.

Mapa do cruzamento

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome