Este nosso país consegue maravilhar-nos sempre que deixamos de ver notícias e conseguimos ver o país pelos nossos próprios olhos.

A maior parte dos nossos dias temos de ver Portugal através das notícias. E através dos olhos de quem vive a mostrar a atualidade, parece que vivemos num país deprimido e deprimente. Mas, quando temos a oportunidade de nos fazermos à estrada e apreciarmos as nossas paisagens, percebemos que vivemos num país bonito, alegre, de uma variedade tal que ficamos espantados, mesmo nós que somos de cá. Até esquecemos que Portugal é tão pequeno que, se fosse “metido” dentro do Brasil, Bragança, Vila Real, Guarda ou Castelo Branco seriam litoral e não interior.

Sempre que podemos ter o privilégio de percorrer as estradas do nosso pequeno país, sem pressa, sem estarmos em trabalho, então podemos passear em vez de viajar e, nesse caso, também podemos, aí sim, apreciar a maravilha que somos. É que quando viajamos nas auto estradas, o caminho deixa de existir, passamos apenas a conhecer o local de partida e o local de chegada, sem nada pelo meio, como se, tirando o tempo gasto, fossemos teletransportados de um local para o outro.

Quando podemos fazer isso, quando temos a consciência de que devemos fazer isto, tendo a oportunidade, claro, observamos uma tão grande variedade que não devia existir em tão pequeno país.

Leia o artigo completo na edição em papel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome