Já é “fado” a semana do Fado Amador – Cidade de Ílhavo

Guitarra portuguesa – Miguel Braga – Braga;
Carlos Ferreira – Viola de Fado – Ílhavo e
Flávio Rocha – Contrabaixo – Lombemeão. Foto: António Resende

Este ano foi apresentada a 28.ª Semana, como sempre organizada pela A.R.C. Chio-Pó-Pó, tendo decorrido nos moldes habituais, com os intérpretes habituais e, à semelhança do ano transacto, tendo tido apresentações em vários palcos da Freguesia de São Salvador:

Dia 09 de julho na Sede da Chio-Pó-Pó; dia 10 no Salão Sra. da Luz, na Légua; dia 11 na Casa da Música de Ílhavo; dia 12 no Museu da Vista Alegre e, no último dia, sexta-feira 13, na Casa da Cultura de Ílhavo.

De um modelo, quanto a nós, já um pouco gasto, poder-se-á destacar, da última sessão, a atribuição do galardão João Carvalho dos Santos, este ano atribuído ao Illiabum Clube. 

O prémio foi recebido por Rui Tavares (Diretor de formação do Illiabum, em substituição do Presidente do Clube)

Adélio Simões – Chio-Pó-Pó – Museu da Vista Alegre – 4.º dia da Semana de Fados. Foto: António Resende

E novidade, este ano, terá sido o jovem fadista Tomás Marques, de apenas 7 anos, que virou estrela.

Tomás Marques (7 anos) – Mamodeiro. Foto: António Resende

Também e mais uma vez a apresentação esteve a cargo de Vitória Teles – Presidente da Assembleia-Geral da Chio-Pó-Pó e seu pai Manuel Teles.

A associação promotora deste evento cultural que já alcançou grande relevo, terá visto neste modelo a descentralização dos espectáculos, uma forma de “manter a tradição do Fado em Ílhavo” o que, segundo já ouvimos, não será modelo a manter devido à pesada logística que o mesmo envolve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome