• Velho bacalhoeiro doado pela empresa “Pascoal e Filhos” à Câmara de Ílhavo será unidade museológica no Oudinot

Quatro milhões de euros é quanto custa a recuperação do “Argus”. Ancorado há nove anos no cais da Gafanha, este antigo veleiro da pesca à linha do bacalhau, terá uma nova vida, segundo um protocolo assinado recentemente entre a Câmara de Ílhavo e a empresa Pascoal e Filhos, proprietária da embarcação, que decidiu doá-la à autarquia ilhavense. Vai ser museu no Parque Oudinot.

* Leia a notícia completa na edição em papel ou na edição online em https://oilhavense.com/jornal-online

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome