No seguimento da reunião de Câmara do passado dia 7 de abril, em que foi aprovado o Relatório e Contas da Câmara Municipal de Ílhavo de 2021, o PSD constata que as Contas apresentadas “manifestam o rigor e equilíbrio” da gestão dos sociais-democratas, que governaram a autarquia até setembro do ano passado.

Em comunicado, recorda-se “o compromisso conseguido entre ‘fazer obra’, ter a capacidade de investir no nosso território, melhorar a vida coletiva das nossas populações e, simultaneamente, diminuir substancialmente o serviço de dívida (em cerca de 1.5 milhões de euros em 2021)”.

A redução do serviço de dívida de 21 milhões para 3,1 milhões de euros ao longo de oito anos foi também lembrada, referindo-se que “muita desta performance foi ancorada na capacidade de procura, angariação e receção de fundos comunitários – a mais elevada dos últimos anos.”

O PSD de Ílhavo sublinha que estes são “excelentes resultados” e aponta a “excelente herança” que o atual executivo, liderado por João Campolargo, do movimento Unir Para Fazer, recebeu.

Publicidade