Foto: João Mostardinha

A Casa da Cultura de Ílhavo obteve a pontuação mais alta (18.2) da lista dos 39 espaços culturais que vão receber apoio da Direção-Geral das Artes (DGARTES), no âmbito da primeira edição do Concurso de Apoio à Programação da Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses.

Na sequência desta avaliação, ao longo do quadriénio 2022-2025, a Casa da Cultura vai receber a verba de 800 mil euros da Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses, para, conforme nota de imprensa, “enriquecer a sua programação” nas áreas da música, teatro, dança, circo, cinema, artes visuais, residências artísticas, mediação e formação.

A candidatura foi avaliada pelo programa, plano de ação, diversidade e relevância da programação, equipa, objetivos, comunicação e acessibilidade, tendo sido distinguida pela “inovação, originalidade e diversidade” da programação em diversas áreas.

O presidente da Câmara, João Campolargo, refere que esta avaliação é o “reconhecimento da qualidade da candidatura”, porém, este apoio é também visto como “uma responsabilidade acrescida” para se “desenvolver uma oferta cultural diversificada e de excelência que envolva a nossa comunidade e promova e valorize o nosso território na região, no país e no mundo”.

“Estamos convictos que os passos que estamos a dar irão tornar o Município de Ílhavo numa referência cultural a nível nacional e internacional”, conclui o autarca.

Publicidade