Estatuto Editorial

Cumprimento do disposto no Artigo 19º da Lei da Transparência que altera o artigo 15º da Lei de Imprensa

  1. O Título “O Ilhavense” fundado em 20 de Novembro de 1921 por José Pereira Teles continua com o lema “Por Ílhavo”.
  2. Publicação de carácter essencialmente regionalista, fiel ao seu principal escopo, sempre foi e continua a ser o espelho da vida local, que noticiando os principais factos ilhavenses, quer traduzindo os legítimos anseios dos seus autóctones e íncolas e/ou pugnando pela solução de todos os problemas que possam interessar à vida local, quer ainda pondo em evidência os nomes e obras dos filhos mais ilustres de Ílhavo, sem todavia, descurar os temas de carácter nacional ou internacional com especial relevância na vida dos Povos.
  3. Trimensal Independente “O Ilhavense” continua aberto a todas as opiniões que nas suas colunas se apresentem com honestidade, deixando, assim, a um ideário pluralista, vasto campo para se manifestar e, na dependência e responsabilidade de cada signatário dos artigos que dê à estampa, o ideário próprio de cada um ou por cada um expresso.
  4. Respeita, como sempre o fez, os princípios deontológicos e a ética profissional. Tem por sagrado a boa-fé dos seus leitores e, por isso, põe o maior escrúpulo na informação que lhes faculta. Sem embargo da crítica serena e construtiva ao que achar desajustado ou iniquo, obedece à ordem jurídica estabelecida.
  5. “O Ilhavense”, apartidário e não confessional, manter-se-á aberto a todas as correntes de opinião e do progresso.