As Dragagens na Ria de Aveiro continuam a estar no centro da polémica. Em declarações ao Diário de Aveiro, Paulo Ramalheira, presidente do MARIA – Movimento de Amigos da Ria de Aveiro – anunciou estar a preparar-se para questionar o Ministério Público e o Tribunal de Contas sobre os atrasos do desassoreamento da Ria. Previa-se que esta obra estivesse concluída no fim do Verão de 2020 e já no início do outono do presente ano, os trabalhos continuam sem se vislumbrar o final.
De acordo com declarações de Paulo Ramalheira, sendo a Polis uma entidade pública, tinha toda a “obrigação de prestar esclarecimentos à opinião pública sobre o que andam a fazer com o dinheiro dos nossos impostos” e isso não tem acontecido.

* Leia a notícia completa na edição em papel ou na edição online em https://oilhavense.com/jornal-online

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome