Foto: CMI

Um homem, de 25 anos, de nacionalidade romena, que tinha sido detido, no passado dia 13 de setembro, por ter agredido um funcionário da Junta de Freguesia de São Salvador e dois militares da GNR, foi condenado, ontem, pelo Ministério Público, em processo sumário, a pagar os estragos feitos na cela, no posto da GNR de Ílhavo, durante a noite em que esteve encarcerado. O suspeito saiu em liberdade e foi notificado para comparecer, no tribunal, no próximo dia 29 de setembro, para conhecer a sentença.

Na altura da ocorrência, durante a Feira dos 13, na Vista Alegre, o cidadão em causa recusou apresentar documento de identificação e resistiu à detenção. Seguidamente, foi levado para o posto da GNR.

O detido, com um outro homem e duas mulheres, estava a pedir dinheiro para guardar as viaturas estacionadas. Quando os interpelados recusavam dar dinheiro, as vítimas eram agredidas pelo detido. A GNR foi chamada pelos populares.

Publicidade