A Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro aprendeu 118 quilos de pescado fresco, no Porto de Pesca de Aveiro.

No âmbito de uma ação de fiscalização destinada ao controlo das regras de captura, desembarque, transporte e comercialização de pescado fresco, os militares da Guarda detetaram 118 quilos de pescado, nomeadamente um espadarte subdimensionado, raia e pescada branca, que foi transformado a bordo da embarcação de pesca, não sendo essa uma prática autorizada. No seguimento da ação policial foi identificada a empresa responsável e elaborado o respetivo auto de contraordenação, cuja coima pode ascender aos 37 500 euros.

O pescado apreendido foi entregue na lota de Aveiro, para ser sujeito a inspeção higiossanitária, a fim de lhe ser atribuído um destino final.

A GNR salienta que a prática de uma pesca sustentável, que respeite a natureza e a integridade dos ecossistemas, contribui para a conservação das unidades populacionais de peixes e, ao mesmo tempo, para a criação de condições de prosperidade e emprego no setor das pescas.

Publicidade