Aceitei e com muito gosto fazer parte deste painel, ideia de António Rocha, para escrever sobre o meu FCP e futebol. Não escrevo sobre emails, apitos dourados, operações Lex e outras tretas do género. Sei como todos sabem que quando podem todos os Presidentes dos chamados grandes exercem as suas influências, ninguém é inocente, todos têm telhados de vidro. Foi assim no passado, é assim no presente e vai ser assim no futuro.
O grande Presidente, Jorge Nuno Pinto da Costa, não me proibiu de ler jornais nem ver só o Porto Canal. Escrevo sem nenhum condicionalismo, portanto hoje vou abrir uma excepção e não vou escrever sobre o futebol nas quatro linhas, nem do meu Porto, os portistas que tenham paciência mas não posso deixar de escrever sobre a Fundação Benfica.
Esta Fundação teve a ideia de premiar os alunos com melhores notas. Um senhor com um anoraque do Benfica foi a cada turma, de uma Escola de Lisboa, e chamava os alunos pelo nome. Cá fora tinham um autocarro e levaram-nos para o Seixal, centro de treinos do clube.
Fizeram-nos entrar para os balneários dos jogadores e para espanto de todos entrou o treinador do Benfica, Rui Vitória. Como seria de calcular os sorrisos foram muitos, a alegria estava estampada no rosto dqueles meninos e meninas com um senão, dois deles não tinham esse sorriso. O olhar destes dois era triste mas estavam lá sentados com todos os outros.
Rui Vitória deu uma camisola do Benfica a cada um com o respectivo nome nas costas.
Quando chegou a vez dos dois meninos que, obviamente não eram adeptos do Benfica, o treinador deu-lhes uma camisola do Sporting e ao outro, uma do Porto.
Foram para o campo e treinaram com os jogadores da equipa principal.

“Todas as crianças têm direito à educação independente da cor, crença ou clube.”

Que enorme lição deu a Fundação Benfica a adeptos, jornalistas, comentadores, directores de comunicação e a todos os Portugueses.
Isto, não passou nas televisões, não passou nos jornais mas, passou nos olhos de um Portista e vai passar nas páginas de pequeno jornal de província que orgulhosamente caminha para o seu centenário.
Aquele sorriso lindo dos meninos e meninas vale o meu, muito obrigado Fundação Benfica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome