Ó homem da minha terra

0
71

Ó homem da minha terra
Que tão corajoso és
Deixas o lar, a mulher
Mas tens o mar a teus pés

Não temes esse gigante
Ganhas mesmo o seu respeito
Fazes-lhe frente sem medo
Com a força que tens no peito

Sabes que no mar te espera
A fúria do vento norte
Mas enfrentas essa fúria
Com a garra de quem é forte

Procuras o bacalhau
Nas ondas ao teu redor
E vais trazê-lo contigo:
Vences a Faina Maior

Nas horas de aflição
Pedes a ajuda de Deus
Só a Fé te salvará
E te trará para os teus

Na hora de regressar
Tu esperas, se Deus quiser,
Ter no cais à tua espera
Os beijos de uma mulher

Beijos que ao tocar-te a pele
Têm um sabor a sal
São as lágrimas felizes
Das mulheres de Portugal

Ó homem da minha terra
Dás-te inteiro por amor
Aos trabalhos que lá longe
São tua Faina Maior!

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome