PSD vence no concelho, mas não em São Salvador

0
100
(ELEMENT5 DIGITAL)

Contrariamente ao que aconteceu a nível nacional e também no distrito, o PSD foi a força política mais votada no município nas Legislativas de 6 de outubro. Em termos totais, o PSD conseguiu 5.494 votos, mais 241 do que o PS, que conquistou 5.253 votos. No total do concelho, uma referência, ainda, para o Bloco de Esquerda que foi a terceira força política mais votada, conquistando 1.928 votos. O CDS-PP registou 843 votos, seguido do PAN (703), CDU (556), Chega (204), Livre (182), Iniciativa Liberal (170) e Aliança (167).

Olhando para os quadros das freguesias, há a destacar o caso de São Salvador, onde o PS conseguiu ser a força mais votada, conquistando 2.479 votos, mais 84 que o PSD (2.395). O BE foi a terceira força política mais votada, com 912 votos, seguido do CDS (331), PAN (304), CDU (254), Livre (95), Iniciativa Libertal (87), Chega (76) e Aliança (62).
Na freguesia da Gafanha da Nazaré, o PSD conquistou 2.062 votos, seguido do PS (com 1.997) e do BE (712). O CDS ficou em quarto lugar (350 votos), seguido do PAN (279), CDU (234), Chega (95), Aliança (78), Livre (69) e Inciativa Liberal (61).
Também na Gafanha da Encarnação o PSD foi o partido mais votado, com uma diferença de 205 votos em relação ao PS – o partido laranja somou 786 votos e os socialistas 581. O BE registou 234 votos, o CDS 127 e o PAN 85.
Por último, a Gafanha do Carmo seguiu a mesma tendência, com o PSD a conquistar 251 votos, o PS 196, o BE 70, CDS 35 e PAN 35.

Votaram nestas Legislativas 16.848 ilhavenses, dos 35.987 eleitores inscritos, o que dá uma taxa de abstenção na ordem dos 53 por cento – foi das mais altas no distrito de Aveiro e acima da média nacional (45,5 por cento).

Para o PS, “Ílhavo está a mudar”. É este o título de uma nota enviada à redação d’O ILHAVENSE na qual a comissão política do Partido Socialista de Ílhavo dá conta daquilo a que chama “um importante resultado eleitoral no concelho” que teve um “significativo contributo para a vitória do PS no distrito e no país” e que “é demonstrativo do reconhecimento dos munícipes de Ílhavo do trabalho realizado pelo PS na governação do país”. Não deixando de referir a “votação mais pobre das últimas décadas em Ílhavo” obtida pelo PSD, o PS assume que “há ainda muito trabalho a fazer para mobilizar os eleitores do concelho”.

Hugo Coelho, presidente da comissão política do PSD de Ílhavo, dá os parabéns ao Partido Socialista pela vitória nacional, reconhecendo que “os resultados, a nível nacional, ficaram aquém do esperado”. Ainda assim, para o PSD Ílhavo, o resultado eleitoral conseguido em Ílhavo “demonstra a confiança que os munícipes têm na social democracia, no trabalho executado e na seriedade com que o PSD aborda o presente e o futuro”. Hugo Coelho acrescenta ainda que este é “um indicador claro de que o caminho que o Município percorre está bem alicerçado na competência de quem o dirige”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome