A Associação Vozes da Infância, entidade sem fins lucrativos com sede no município de Ílhavo, viu aprovado um projeto de financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian.

O projeto consiste em criar Grupos Aprender, Brincar, Crescer (GABC) destinados a famílias refugiadas que tenham filhos entre os seis meses e os seis anos que não estejam integrados nos equipamentos educativos, como creches e jardins-de-infância.

O objetivo desta ação passa por “promover a socialização o bem-estar coletivo, facilitar a inclusão social, contribuir para a quebra do isolamento, encorajar o brincar entre crianças e adultos e dar a conhecer as comunidades locais e os seus recursos”, refere a associação.

Os GABC serão constituídos nos municípios de Ílhavo e Aveiro.

Publicidade