Ílhavo Andebol Clube: Academia João Carlos Oliveira “Gordita” – A Justificada Homenagem

0
215
Escalões. Foto: IAC

A colectividade “Ílhavo Andebol Clube” (IAC) foi fundada no dia 5 de Novembro de 1991, pelo ainda presidente Manuel Almeida Oliveira porque, há época, se verificava uma desagregação das modalidades de Basquetebol e Andebol por parte do Illiabum Clube.

Apesar de ter estado vários anos a competir ao mais alto nível, o andebol, enquanto modalidade desportiva, ganhou ênfase neste novo clube – o I.A.C..

Séniores masculinos. Foto: IAC

A paixão, a força e a ajuda de algumas figuras populares do concelho tem sido determinantes ao longo das últimas décadas no que respeita a sustentabilidade económico-financeira do Clube. No entanto, face às dificuldades que o País atravessa , a relação de proximidade entre o Clube e os ilhavenses, bem como o trabalho desenvolvido na promoção da região, da cultura, da educação e do desporto, tem vindo a perder terreno nas prioridades do clube, situação em que, de resto, a sua direção está a concentrar todos os esforços e recursos humanos para a inverter, rapidamente, pois tal como aquando da formação do clube, os seus responsáveis querem estar envolvidos e ter uma participação ativa na comunidade.

A nível desportivo o I.A.C. conta com um título nacional – o de Campeão da 3ª Divisão em séniores Masculinos (época 1998/99) e é, actualmente, um dos clubes mais respeitados na 2ª Divisão Nacional onde tem assegurado, sem grandes dificuldades, a sua manutenção.

Estrutura – Plano de revitalização do IAC

A estrutura do I.A.C. para esta época passa muito pela criação da Academia João Carlos Oliveira, o “Gordita”, como carinhosamente era tratado, uma referência como atleta, treinador e um dos pilares fundamental do Clube, falecido já este ano – Homenagem póstuma inteiramente merecida e em respeito pela memória daquele que foi uma figura a quem o andebol em Ílhavo tanto ficou a dever, um verdadeiro exemplo a seguir como jogador, treinador, condutor e formador de Jovens, como Homem…

Minis da Academia João Carlos Oliveira ”Gordita”. Foto: IAC

A Academia, mista, conta desde já com a participação de  14 mini-atletas, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos de idade, recrutados no seio da comunidade civil e escolar, contando desde o início com  participação dos pais, que se vai revelando  de extrema importância para que este projeto vingue. Para além deste escalão dos minis, o IAC tem a competir nos vários escalões cerca de uma centena de atletas que se dividem pelos juvenis, masculinos e femininos, juniores masculinos, seniores masculinos e femininos.

Este Clube conta ainda com um conjunto de bons treinadores, competentes e de uma dedicação extrema ao Clube e à modalidade. Espera-se, agora, que as entidades e os próprios amantes do andebol, e não só, ajudem o clube a crescer e a guindar-se ao lugar que merece nesta modalidade que desde há muito se vem afirmando no município ilhavense, no distrito e mesmo no próprio panorama nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome