Ambrósio

0
9

Lembram-se daquela beldade loira de capelina amarela que por altura do Natal invadia os écrans de televisão com indirectas ao motorista muito apessoado? Apetecia-lhe algo e o motorista galã satisfazia-lhe os desejos com bombons ferrero rocher! Se eu fosse a dona da capelina recusava-os e exigia sem indirectas oblíquas aqueles com uma ginja dentro. São mais saborosos! O Ambrósio desta vez nem esperou pelo Natal para sugerir guloseimas. Em pleno verão eufemístico fez a sua aparição em grande estilo, não nos écrans, mas no face.

Com grande cabeleira ondulada e olhos de louco foi apresentado como cientista astrofísico, de grande valor intelectual a quem Portugal não valorizava, em detrimento dos maiores do desporto rei. Ora aqui a velhota que tem o defeito de acreditar nas pessoas e nos factos sem cuidar de se assegurar da veracidade que se impõe para não se cair em enganos, resolveu partilhar nos grupos a que pertence a notícia que a sensibilizou. Achou que estava a cumprir um dever cívico.

Leia o artigo completo na edição em papel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome