Faleceu Alice Vaz, figura da Aquém Renasce

0
56

Poucas palavras, poucas letras definem um nome que aos meus olhos é do tamanho do mundo. Não lhe fizeram falta as letras. Os sentimentos não têm formação académica nem nenhuma licenciatura. Os sentimentos nascem com cada pessoa e com a Alice nasceu o mais nobre dos sentimentos deixados no mundo – o do amor. Amor pelos mais pequeninos, e em especial pelos idosos. Os poucos anos que viveu, dedicou grande parte do seu tempo ajudando os que mais necessitavam dos seus cuidados. De uma inteligência invejável, daí ser admirada por muitos e mal compreendida por outros pouco qualificados.

Durante trinta anos carregou um fardo que poucos desejariam tomar, um fardo que foi classificado de vários nomes que não vou aqui mencionar. Mas não consigo esquecer o que ouvi. Foi chacoteada e chicoteada com palavras menos próprias. Não foi pregada numa cruz, não chegou a tanto. […]

Leia o artigo completo na edição em papel.

Adelaide de Jesus

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome