Senhora da Saúde

0
51
Manuela Trindade Salgueiro

Quando chega o fim do verão
E o outono vem chegando,
Há sempre uma ocasião
Que tem grande virtude
De nos unir, esperanto
Pela linda procissão
Da Senhora da Saúde!…

De tão cansado, o anjinho
O ramo cai das mãozinhas,
É muito longo o caminho
P’ra pernas tão pequeninas!…
Mas não muda a atitude
Porque vai na procissão
Da Senhora da Saúde!

E quando a tarde acabar
E frio for chegando,
Ainda nos falta rezar
Orações que dão virtude.
Assim vamos renovando
A nossa fé, no altar
Da Senhora da Saúde

É tão bom o sentimento
De renovarmos memórias
Da infância, de outros tempos…
E tem a grande virtude
De lembrar velhas histórias
Da Costa Nova, do vento
Na Senhora da Saúde!

E encerramos o verão
Felizes, com amizade.
E quando a noite chegar
E a ria se iluminar
Com fogo que até aturde,
Vamos sentir a saude
Da festa, da Senhora da Saúde!

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome