Como habitualmente, ainda as obras nem sequer tinham começado e já havia alguns ilhavenses a censurar aquilo que nem sequer conheciam e muito menos sabiam como iria ser o resultado final.

Vimos muitas (algumas) opiniões nas redes sociais – umas que nos pareceram completamente disparatadas e outras até um pouco pertinentes, opiniões que teremos de respeitar, obviamente. Vimos notícias a terem de ser rectificadas porque apontavam para datas de conclusão diferentes das realmente previstas e anunciadas, vimos os “arquitectos e técnicos de bancada” a mandar palpites, vimos de tudo um pouco. Claro que já deveríamos estar habituados à crítica mordaz e virulenta que, a propósito de tudo e de nada, muitas vezes se faz sentir na praça pública. Por vezes até haverá alguma razão para a crítica, preferimos chamar-lhe, “alertas” que certamente terão a sua razão de ser e até poderão ser consideradas forma séria de uma intervenção cívica sempre desejável. Mas nem sempre nos parece haver ponderação. Na nossa opinião, repetimos, na nossa opinião será o caso das obras da Rotunda da Barra/Costa Nova que, mesmo ainda sem terem sido iniciadas, já estavam a ser contestadas até de forma ridícula.

Será caso para questionarmos: Não seria preferível e até mais honesto, mesmo, deixarem que as obras fossem concluídas para não se correrem riscos dos tais comentários gratuitos, “infelizes”, despropositados e até mesmo maldosos por mal-intencionados?

Dizer mal só por dizer não nos parece, mesmo, coisa séria, mas tudo são opiniões e teremos de as respeitar, mesmo que a nossa se venha a verificar discordante.

Após as obras concluídas, a nós parece-nos que o trânsito passará a ter muito mais fluidez e que as populações só beneficiarão com as mesmas.

Segundo comunicado recente da entidade responsável pelas obras:

«Já é possível circular na rotunda Praia da Barra-Costa Nova, pelo traçado definitivo, apesar das obras ainda não estarem concluídas. Desde sábado, dia 23 de junho, que o trânsito circula nestas condições, situação anunciada pelo próprio presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, Fernando Caçoilo, durante a visita à empreitada, efetuada no dia da reunião de câmara, na passada quinta-feira dia 21.

Esta antecipação de cerca de uma semana, desfez quaisquer dúvidas quanto aos prazos de execução desta empreitada. Fernando Caçoilo explicou que “entre os dias 9 e 13 de julho o executivo prevê que todos os traçados estejam prontos, incluindo os acessos pelo tabuleiro do viaduto e que toda a circulação viária se realize de forma definitiva, permitindo cumprir um dos principais objetivos da empreitada que é a maior e melhor fluidez de trânsito nas entradas e saídas para a Praia da Barra e Praia da Costa Nova, transpondo o projeto para o futuro, para muitos verões que se avizinham, contribuindo para uma melhor qualidade de vida e de acessibilidade às praias do município”.

Leia o artigo completo na edição em papel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome