Museu Marítimo de Ílhavo celebra 81 anos

0
145

Foi esta quarta-feira, dia 8 de agosto, que o Museu Marítimo de Ílhavo (MMI) celebrou a sua data de fundação, que ocorreu em 1937. Este ano, o MMI ofereceu uma programação especial, que “integra mais e melhor o Navio-Museu Santo André, aproveitando, da melhor forma, o contexto do Festival do Bacalhau e o espaço que ele anima no Jardim Oudinot”, como pode ler-se no website.

Um dia aberto, que decorreu das 10 as 18 horas e por onde passaram centenas de pessoas, vindas um pouco de todo o país, assim como turistas e emigrantes, que quiseram aproveitar esta oportunidade, da melhor forma. Visitas guiadas especiais às reservas e colecções do Museu, a descoberta do Aquário de Bacalhaus, “observando como vivem os bacalhaus e o que podemos saber do seu ambiente oceânico”, terminando à noite, com uma atividade especial no porão de salga do Navio Santo André, onde aconteceu “um momento de partilha de materiais recolhidos no projeto Patrimónios Sonoros”, coordenado por Tiago Pereira. “Ontem como hoje, o património imaterial da pesca do bacalhau projeta a história do Museu e garante o seu futuro”.

Todas as “Visitas especiais” – ‘O silêncio do fundo do mar’, ‘Um museu com 81 anos’, ‘Mergulhador por um dia’, ‘Os segredos das reservas’ tiveram total adesão do público e, segundo o MMI ao Jornal ‘O Ilhavense’, esgotaram as inscrições. A performance ‘Patrimónios Sonoros Marítimos’, contou ainda com a presença de Tiago Pereira, responsável pelo projeto “A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria”. Este é um projeto que o MMI pretende que seja uma parceria para o futuro, através de um conjunto de atividades em desenvolvimento, até 2020.

Próximo Dia Aberto do MMI acontece a 12 de agosto, visto que, como é habitual no MMI e no Navio-Museu Santo André, se trata do segundo domingo de cada mês. No Dia Aberto, a entrada é gratuita e os museus encontram-se abertos ao público entre as 14:00 e as 18:00 horas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome