Mercadona investe 100 milhões para abrir as primeiras dez lojas em Portugal

A retalhista espanhola vai abrir em 2019 os primeiros supermercados nos distritos do Porto, Braga e Aveiro. Aos 200 funcionários já recrutados vai somar 300 para arrancar a operação que desafia Sonae e Jerónimo Martins.

0
116

In Jornal de Negócios.pt

O investimento que está a ser feito pela Mercadona para a entrada no mercado português ascende a 100 milhões de euros, resultando na abertura dos primeiros oito a dez supermercados no segundo semestre de 2019. O número total de trabalhadores no país deve ascender a meio milhar nesta primeira fase de instalação e abertura de lojas.

A revisão do montante total do investimento em Portugal, aprovado na última reunião do comité de direcção da empresa espanhola, surge dois anos depois do anúncio deste processo de internacionalização. Aos 25 milhões de euros e quatro lojas previstas inicialmente em Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Maia e Gondomar, a Mercadona acrescentou novas localizações e prevê agora oito a dez lojas a abrir no próximo ano. Durante a apresentação de resultados da empresa, a 13 de Março de 2018, o presidente da Mercadona, Juan Roig Alfonso, já tinha confirmado a abertura de nove lojas em Portugal nesta fase de arranque da operação. Às quatro do projecto inicial somou entretanto outras cinco: uma segunda em Vila Nova de Gaia e supermercados também no Porto, Penafiel, Braga e Barcelos. O décimo deve ser em Aveiro, onde o grupo comprou os terrenos do antigo matadouro municipal por 2,5 milhões de euros. Ao Negócios, fonte oficial recusou detalhar e calendarizar as aberturas em 2019, que “dependem do andamento das obras e das autorizações” políticas.

Leia o artigo completo na edição em papel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome