Nuno Quiaios apresentou a sua candidatura à liderança da concelhia de Ílhavo do Partido Socialista. Em carta enviada aos militantes socialistas, Nuno Quiaios revelou que este é o “momento em que importa renovar equipas, apresentar novas ideias e escolher a linha orientadora para o futuro que ambicionamos”.

Para o candidato, os desafios que Portugal tem enfrentado nos últimos anos, “desde a pandemia à atual guerra no leste da Europa, sem esquecer a revolução tecnológica ou a transformação crescente da nossa economia” criaram uma conjuntura “em que os Portugueses deram uma clara resposta nas últimas eleições legislativas, concedendo ao Partido Socialista uma maioria absoluta histórica, essencial para dar a estabilidade necessária ao nosso país”.

O membro da comissão política liderada por Sérgio Lopes referiu que “durante as últimas semanas, fruto de conversas com muitos militantes, simpatizantes, atuais e antigos autarcas, senti que reúno as condições necessárias para liderar uma equipa competente, dinâmica e comprometida, valendo pelo seu todo”.

Para o candidato á liderança da concelhia de Ílhavo do PS, este “é o momento de juntar os militantes e simpatizantes do PS Ílhavo em torno de ideias mobilizadoras, causas estruturantes e uma nova forma de fazer política”, “de abrir ainda mais o PS Ílhavo à sociedade, aos jovens, de o aproximar das pessoas e dos seus problemas reais”, sendo que, para Nuno Quiaios, este “é o momento de começar a construir uma alternativa capaz de agregar vontades já em 2025”.

Licenciado em Engenharia Física, Nuno Quiaios tem experiência política como deputado municipal, ou membro de Assembleia de Freguesia, do Secretariado Distrital, do Secretariado Concelhio, da Comissão Política Concelhia ou da Comissão Política Distrital.

O candidato também tem experiência associativa e de voluntariado, como presidente de IPSS, dirigente de federação e associação desportiva, ou como bombeiro voluntário.

A apresentação oficial da sua candidatura está marcada para o próximo dia 26 de setembro, segunda-feira, e as eleições acontecem no dia 7 de outubro.

Publicidade