“Por Ílhavo”, rumo ao ano de 2021

0
230
DCIM100MEDIADJI_0704.JPG
Maria José Santana*

Há coisas difíceis de explicar. Sentem-se e ponto. O amor à nossa terra é uma delas. Faz parte de nós, é tão natural como viver. Assim se entende por que razão a expressão “Por Ílhavo” pesou tanto na consciência de um grupo de ilhavenses, ao qual tenho o orgulho de pertencer. São duas palavras apenas, mas o seu verdadeiro significado é imenso.

Perante a ameaça de o jornal desaparecer, em definitivo, a emoção teve de prevalecer sobre a razão. A missão era (e é) titânica. Foi preciso fazer o impossível para não deixar morrer o jornal, que é muito mais do que um mero título informativo. Perdoem-me a falta de modéstia: O Ilhavense é, sem sobra de dúvida, uma verdadeira instituição.

Deixar que ele ficasse ferido de morte quase a atingir a bela idade dos 100 anos seria um grande pecado. Felizmente, foi só um tropeço – deixou as suas mazelas, que o tempo tratará de ajudar a resolver – e a prova aqui está nestas 16 páginas.

O Ilhavense retoma a sua caminhada para o centenário e quer fazê-lo com todos os ilhavenses – os que vivem cá e os que estão espalhados por esse país ou mundo fora. Queremos ter cada vez mais assinantes e, acima de tudo, leitores exigentes, que nos obriguem a melhorar o nosso trabalho a cada edição.

Assumimos o propósito de renovar o jornal, nesta caminhada rumo a 2021 (ano do centenário) sem desvirtuar o lema de sempre, “Por Ílhavo”. As mudanças irão acontecendo aos poucos, com a promessa de O Ilhavense comemorar o seu centenário rejuvenescido. Para já, passamos a quinzenal e introduzimos novos colaboradores. Outras melhorias virão.

A actualidade informativa do município será o nosso foco, sendo que na palavra município cabem as quatro freguesias do concelho – e as suas localidades – e todos os territórios além-fronteiras onde temos um (ou mais) ilhavense(s).

A navegação que agora vamos iniciar exigirá muito de nós. Mas sabemos que estamos em boa companhia, rodeados de gente valente e solidária. Não é por acaso que o município tem um tecido associativo tão rico e ativo. Somos gente dada a fazer acontecer e experientes no que toca a transformar obstáculos em oportunidades. Contamos convosco.

Diretora do jornal O Ilhavense

DEIXE UMA RESPOSTA

Introduza o seu comentário
Introduza o seu nome